Contaminação Microbiana em Produtos Petrolíferos

Os microrganismos podem, de fato, atacar o tanque de armazenamento? Existe alguma ação preventiva? Quais são os perigos apresentados por conta disto?

Você sabia que produtos petrolíferos armazenados durante muito tempo podem ter sua qualidade comprometida? 

Mesmo nos tanques bem conservados, a contaminação microbiológica é um problema recorrente. Os microrganismos geralmente estão presentes no combustível, mas com a prevenção correta minimiza seu crescimento. No entanto, os relatos de crescimento microbiológico em tanques de combustível aumentaram nos últimos anos e a manutenção de reservas estratégicas por longos períodos sempre foi problemática.

A contaminação microbiológica do combustível é causada por dois grupos principais de microrganismos: bactérias e fungos. Essas bactérias e fungos precisam de dois elementos para se desenvolver: “alimento” e água. Em um tanque de armazenamento de combustível, eles obtêm seu “alimento” da interface combustível-água e água do fundo do tanque.

Quando a contaminação não é controlada, pode se tornar um grave problema em todas as etapas da indústria de petróleo, desde a produção de crú, passando pelas operações de terminais e transporte até o uso final pelo consumidor.

As principais ações de prevenção para as infestações microbianas são: drenagem da água e remoção do lodo. Além disso um programa de monitoramento analítico aliado ao tratamento com biocidas, e uma rotina frequente de manutenção do tanque podem se revelar uma excelente estratégia para evitar infestações ou limitar a atividade dos micróbios.

 

microbiologica 
Tanque de armazenamento com corrosão causada por infestações microbiológicas

 

Quer informações mais detalhadas sobre métodos de prevenção e como os microrganismos se proliferam? Baixe gratuitamente nossa brochura com mais detalhes. 

 download-brochura-microbiologia

 

Precisa de ajuda ou tem uma pergunta?

08000 129 200
BR (int'l)
+55 11 5015 4208